Home / Literatura e Internet /

Book In Loop: compre manuais escolares novos vendendo os antigos

Book In Loop: compre manuais escolares novos vendendo os antigos

 

Foi num mês de outubro – cerca de um mês depois do início do novo ano letivo e de os pais correrem às livrarias para assegurar os novos manuais escolares dos filhos – que João, um jovem então com 16 anos, identificou um problema: os livros que tinha na prateleira de casa eram os mesmos que alguém ia precisar de usar nesse mesmo ano. Em contrapartida, haveria alguém em casa com os livros que o João ia precisar. Como juntar estes dois lados de forma eficiente?

Pegando neste problema, João Bernardo Pereira, em 2014, formou uma parceria com o seu colega e amigo Manual Barata de Tovar. Os dois amigos de Coimbra formularam de imediato a ideia, deram forma ao projeto… e logo nesse ano concorrem ao concurso de empreendedorismo StartUp Weekend, conseguindo um justo terceiro lugar. Daí, o projeto passou por duas incubadoras – até se instalarem na Startup Lisboa e conseguirem finalmente chegar ao público português.

Hoje, o nome com que se apresentam é Book In Loop. O objetivo é solucionar o problema identificado acima. O resultado final pode agora ser visto e usado por milhares de pais e estudantes por todo o país.

Como funciona a Book In Loop?

O Book In Loop é uma plataforma online que pretende dar uma segunda vida aos manuais escolares, reutilizando-os de uns anos para os outros, através de duas frentes de ataque: compra e venda.

No final de cada ano lectivo, e acedendo ao site da Book in Loop, os pais podem introduzir na plataforma os livros escolares que os seus filhos utilizaram esse ano e vendê-los à empresa de João e Manuel. Esta é uma mais valia reconhecida por qualquer pai que esteja ciente do custo de manuais escolares. Só em 12 anos de escolaridade cada filho pode custar 2500 euros em livros escolares. Na mesma plataforma, os pais podem também comprar os livros para os anos lectivos seguintes.

“Os livros são comprados por 40% do valor em livraria. Ou seja, há uma poupança imediata de 60%. Se já nos tiverem vendido manuais antes, o desconto pode atingir os 80%, pois por cada livro vendido recebem 20% do PVP (Preço de Venda ao Público) original – o valor das vendas”, explicou João em entrevista à revista Sábado.

Descontos!
 

Os livros começam a ser vendidos cerca de um mês antes do ano lectivo ter início. Em 2016, as vendas tiveram início no dia 17 de agosto (sendo que até essa data foram recolhidos livros). Todos os interessados em vender os seus manuais antigos podem fazê-lo visitando o site. No entanto, não espere que a Book In Loop aceite qualquer manual.

De forma a assegurar a qualidade do serviço e o seu bom funcionamento, foram estabelecidos uma série de critérios de recolha de manuais escolares. Em primeiro lugar, só são aceites livros que ainda estejam a ser adoptados em escolas de Portugal. Se o livro estiver desatualizado ou tiver sido descontinuado, não espere conseguir vendê-lo.

O segundo critério é o que diz respeito à qualidade e estado do material: livros riscados, com desenhos, sem capas ou rasgados podem pôr em causa a aprendizagem do aluno que vai utilizar tais livros. Por isso mesmo, manuais escolares que contem com este tipo de danos são imediatamente postos de lado.

A partir do momento em que são vendidos, os livros podem ser entregues num dos 100 pontos de recolha indicados pela plataforma (que, através da localização do computador, informa quais os quatro mais próximos) ou entregues através de um estafeta da Urbanos, empresa responsável pela logística da Book In Loop, que se desloca a casa das pessoas por 6 euros – seja em Lisboa ou numa aldeia remota do país.

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *