Home / Archives /

Clássicos da Literatura

Clássicos da Literatura / 48 posts encontrados

Decamerão, “A comédia do sexo”: o livro medieval que deu início a uma nova era na literatura

Você já ouviu falar no livro Decamerão – ou Decameron – de Giovani Boccaccio? Trata-se de um clássico da literatura, escrito entre 1348 e 1353, que simplesmente marcou o fim da moral medieval espiritualizada e o começo do realismo na literatura. O realismo viria a culminar com o humanismo alguns séculos mais tarde. Vamos conhecer este livro, que expõe a natureza humana com crueza e perspicácia?

O livro mais misterioso do mundo: o códex de Rohonc

Existem vários livros estranhos e incompreensíveis no mundo, alguns muito antigos, mas o códex de Rohonc (Rohonczi) é o mais enigmático de todos eles, levando-se em conta a complexidade do alfabeto em que está escrito. Se você gosta de mistérios, vai querer conhecer um pouco mais sobre o códex de Rohonc, um livro que jamais foi decifrado. Vamos lá?

O primeiro livro do mundo: a Epopeia de Gilgamesh

O livro impresso só surgiu no século XV, mas antes, muito antes, foram escritas várias obras literárias, registradas em diferentes suportes. A mais antiga, oficialmente, é a história – ou o poema – de um rei sumério chamado Gilgamesh. Nesse remoto relato já se veem grandes temas da existência humana: coragem, amizade, inveja, amor e, notadamente, a busca pela Eternidade – ou pela compreensão da finitude, e também a espiritualidade. Confira a visão da Leila Krüger sobre este clássico!

Contos de Fadas: conheça a sombria versão original de A Branca de Neve

Este artigo é dedicado totalmente à versão original do conto Branca de Neve, cuja primeira versão foi escrita em 1810 pelos irmãos Grimm, e faz parte de uma série de posts dedicado a alguns dos mais mágicos e adoráveis contos de fadas de sempre.

Contos de fadas: conheça a sombria versão original do conto Chapeuzinho Vermelho

Este artigo é dedicado totalmente à versão original do conto Chapeuzinho Vermelho (conhecido em Portugal por Capuchinho Vermelho) e faz parte de uma série de posts dedicado aos adoráveis contos de fadas. Os irmãos Grimm criaram uma versão deste conto, mas o original é de Charles Perrault e foi publicado em 1697 com o título de Le Petit Chaperon Rouge.

Já conhece estas 86 Frases de William Shakespeare?

Da obra de William Shakespeare restam agora 37 peças, 154 sonetos, 2 poemas narrativos e uma série de versos soltos. Considerado como um dos maiores vultos da cultura mundial, o autor de Macbeth, Hamlet e Romeu e Julieta tem obras traduzidas em todos os idiomas e as suas peças transformaram-se em grandes clássicos do teatro e do cinema. Neste artigo focamos o nosso olhar em frases de Shakespeare sobre Amor e a Vida.

20 livros empolgantes que não vão sair da sua cabeça

Procura uma daquelas leituras que fica para a vida? Perante a diversidade de livros disponíveis nas livrarias, torna-se difícil por vezes seleccionar aqueles que queremos realmente ler. Todavia, com o propósito de o ajudar e orientar na próxima visita que fizer a uma livraria, decidi escrever este artigo que se baseia na minha própria experiência enquanto leitor.

Contos de Fadas: conheça a versão original do conto A Bela Adormecida

Este artigo é dedicado totalmente à versão original de um dos mais mágicos e adoráveis contos de fadas de sempre: A Bela Adormecida. Na versão de Giambattista Basile, do século XVII, o título era Sol, Lua e Talia, e a história era mais sombria e violenta. Saiba mais neste post!

Contos de Fadas: Eles Nem Sempre Foram Tão Belos

Contar histórias sempre foi um hábito no decorrer da História humana. No início elas eram transmitidas apenas oralmente, e só há cerca de quatro mil anos é que o homem deu início ao registro escrito de suas histórias fantásticas. Neste artigo realizo uma breve apresentação sobre a história dos Contos de Fadas, fazendo em artigos futuros uma análise de 3 dos Contos de Fadas mais conhecidos no mundo.