Home / Archives /

Escritores

Escritores / 120 posts encontrados

Você já leu Uma Verdade Simples, o novo livro de Jodi Picoult?

Reconhecida internacionalmente como uma mestre na arte de contar histórias, Jodi Picoult, autora nº 1 do New York Times, é uma das autoras de romance feminino mais populares da actualidade. E em 2018 regressou às edições com o livro Uma Verdade Simples, nas livrarias desde o dia 9 de março.

O Paraíso e Outros Infernos: as crónicas do conhecimento por José Eduardo Agualusa

Da literatura portuguesa ou de uma frase de Borges à situação política em Angola; de uma navalha sul-africana à teoria dos sonhos e ao cabelo da sua filha; da lista de inspirações para a sua obra até à beleza da Ilha de Moçambique, os textos da obra O Paraíso e Outros Infernos, o novo livro de José Eduardo Agualusa, são o ponto de partida de um tecido complexo, misturando fragmentos do seu diário com crónicas publicadas na imprensa.

Anaïs Nin: A celebração da amante

Apesar do que nos diz hoje a neurociência e vários outros exemplos contrários à psicanálise foi a partir dos divãs - na virada do século XIX para o século XX - com receitas de cocaína à mão comprada em farmácias, que se chegou hoje ao que chamamos hoje de feminismo e libertação sexual. Nesse contexto é que viveu a escritora Anaïs Nin.

Você já leu o livro 12 Regras Para a Vida de Jordan B. Peterson?

Quais as coisas mais valiosas que todos deveriam saber? Esta é uma pergunta-chave no livro 12 Regras Para a Vida: Um antídoto para o caos. E quem procura dar a resposta é Jordan B. Peterson, o aclamado psicólogo clínico que tem influenciado a compreensão moderna sobre a personalidade e recentemente transformou-se num dos pensadores mais populares e influentes do mundo.

Martin Brofman aprofunda a ligação corpo-mente no livro A Causa Interior

Martin Brofman é conhecido pela criação do Sistema de Cura do Corpo Espelho, que concebeu após sobreviver a um tumor terminal. Dedicou os 39 anos da sua vida que se seguiram a desenvolver este método, baseado na sua autocura e em observações externas, partilhando-o novamente com o mundo no livro A Causa Interior.

Decamerão, “A comédia do sexo”: o livro medieval que deu início a uma nova era na literatura

Você já ouviu falar no livro Decamerão – ou Decameron – de Giovani Boccaccio? Trata-se de um clássico da literatura, escrito entre 1348 e 1353, que simplesmente marcou o fim da moral medieval espiritualizada e o começo do realismo na literatura. O realismo viria a culminar com o humanismo alguns séculos mais tarde. Vamos conhecer este livro, que expõe a natureza humana com crueza e perspicácia?

Descascando a Cebola, a polémica autobiografia de Günter Grass

A polémica autobiografia de Günter Grass, “Descascando a Cebola” (conhecida no Brasil como “Nas Peles da Cebola”), ficou marcada pela confissão que o autor fez de ter pertencido às Wafen SS, uma força de elite nazi. Hoje recordamos esse episódio sobre um livro com 385 páginas que merecia outro reconhecimento, mas ao qual o público em geral e crítica especializada, devido à polémica gerada, acabou por dar menos relevância a outros aspectos da biografia do escritor.

Descubra as nossas 10 sugestões de Livros para oferecer no Natal

Se ainda não fez todas as suas compras de Natal, então deixamos neste post 10 sugestões de livros recomendados pela equipa do Mundo de Livros. São obras que vão desde a economia à História, do romance à espionagem, dos thrillers à nostalgia, da ficção científica às biografias. Neste Natal encontre nas Livrarias Online as suas leituras e os presentes mais inesquecíveis nesta época tão especial.

O beijo que Puig me deu

Assim como a língua transmite também suas bactérias, através da sincope fonética, do léxico e da organização semântica é que se destrói e se constrói, de forma igualmente eficaz, os signos e a noção de “mundo” de um povo. E da mesma forma, através desse mesmo canal, podemos estabelecer um paralelo entre as manifestações artísticas e culturais desse mesmo povo. Percebi isso, no dia que recebi o beijo de Puig. Até aquele dia não conhecia muito da obra desse brilhante argentino, além de saber que havia uma adaptação de seu livro mais conhecido para o cinema – pelo também argentino, o diretor Hector Babenco - premiada em Cannes nos anos oitenta: O beijo da mulher aranha.