Home / Archives /

Lendas da Literatura

Lendas da Literatura / 32 posts encontrados

Tom Saywer e as (muitas) aventuras de Mark Twain

Chamava-se Samuel Langhorne Clemens, nasceu em 1835, na Florida, e costumava assinar como Mark Twain. A assinatura eternizou-se em obras que se transformaram em clássicos da litetatura norte-americana: falámos, por exemplo, de As Aventuras de Tom Sawyer e As Aventuras de Huckleberry Finn. Mas Clemens não foi só escritor: de capitão a jornalista, foi empreendedor e até inventor. Neste post, fazemos uma breve súmula dos episódios mais marcantes da sua vida.

William Shakespeare: a biografia do autor que talvez nem tenha existido

É inglês, julga-se que terá nascido por volta de 1564 e foi escritor, poeta e dramaturgo. Da obra de William Shakespeare restam agora 37 peças, 154 sonetos, 2 poemas narrativos e uma série de versos soltos. Considerado como um dos maiores vultos da cultura mundial, o autor de Macbeth, Hamlet e Romeu e Julieta tem obras traduzidas em todos os idiomas e as suas peças transformaram-se em grandes clássicos do teatro e do cinema.

Ilíada: o berço da esquizofrenia literária

A Ilíada de Homero constitui a origem da tradição literária europeia. Envolto em polémicas quanto à sua estrutura, autoria e conteúdo, é, no entanto, unânime quanto à qualidade literária e longevidade daquele poema que constitui o início da lista de clássicos essenciais, que todos os apaixonados pelas letras deveriam ler.

Fiodor Dostoiévski: uma vida repleta de infortúnios

Estamos no ano de 1821, em plena Rússia moscovita, quando no dia 30 de outubro nasce um dos mais emblemáticos escritores de sempre da literatura mundial: Fiódor Dostoiévski. Era o segundo de sete filhos de uma família liderada pela mão forte do médico Mikhail Dostoiévski e da sua esposa Maria. Porém, a história do autor de Crime e Castigo não foi tranquila. A primeira tragédia aconteceu quando tinha cerca de 16 anos e a sua mãe faleceu subitamente, vítima de tuberculose.
nobel

Nobel da Literatura: tudo o que precisa de saber

Os Nobel são prémios de excelência atribuídos anualmente a quem mais se distinguiu no campo das artes, ciências e humanidades. A ideia de criar tal distinção ocorreu ao inventor sueco, Alfred Nobel que, no seu testamento, deixa clara a sua intenção de que o Nobel deveria ser entregue nas categorias de Física, Química, Medicina, Paz e, claro está, Literatura.