Home / Cultura e Sociedade /

Duolingo: traduzir a Internet enquanto aprendemos línguas gratuitamente

Duolingo: traduzir a Internet enquanto aprendemos línguas gratuitamente

 

Luis von Ahn. É provável que o nome não lhe diga nada mas é este o homem que está por detrás de alguns dos mecanismos básicos que usa todos os dias na Internet. Pioneiro do conceito de crowdsourcing, criou os códigos CAPTCHA, melhorou o motor de pesquisa de imagens do Google e tem atualmente entre mãos um projeto que procura traduzir toda a Internet.

Neste post, conhecemos a história deste homem e falamos do projeto Duolingo que está a revolucionar a forma como aprendemos línguas.

Comecemos pelo início. Luis Von Ahn nasceu no Guatemala, em 1979. Ainda na sua terra natal, frequentou a escola americana. Só após a graduação, em 1996, é que decidiu prosseguir os estudos numa universidade realmente norte-americana. Estudou em Duke University e mais tarde tirou doutoramento na Universidade de Carnegie Mellon, onde dá aulas de Ciência de Computação.

O trabalho pelo qual é hoje mais conhecido é o código CAPTCHA. Todos já se depararam com estes códigos pelo menos uma vez: tratam-se de dígitos distorcidos que o utilizador deve submeter de forma a prosseguir de uma página para outra. Acontece principalmente no registo de websites e a ideia é verificar que uma ação está a ser executada realmente por uma pessoa e não por um computador ou vírus.

Duolingo: traduzir a Internet e aprender línguas

Hoje, o trabalho de Luis Von Ahn continua ligado à Internet mas a ambição é muito maior. Ao estudar o mercado e constatar que 1,2 mil milhões de pessoas estudam uma língua, dentro das quais se destacam os 800 milhões a aprender inglês, Luis Von Ahn encontrou a oportunidade para o seu novo projeto. E se as pessoas, não importa qual a classe social a que pertencem, pudessem aprender qualquer língua?

Aprender idiomas nem sempre sai barato. Os cursos, além de serem caros, exigem tempo e que articule o seu horário ao das aulas. Mas e se fosse possível aprender línguas gratuitamente e a partir da Internet? A ideia foi desenvolvida e agora existe já o Duolingo, um website com exercícios de tradução para todos os que anseiam aprender uma nova língua.

 

Ainda assim, mesmo que os utilizadores não tenham de pagar nada pelas aulas na Internet, quem é que financia um projeto desta envergadura? A mesma questão foi colocada por Luis Von Ahn e muitos dos seus parceiros. Ocorreu-lhe então uma ideia: e se aquilo que as pessoas traduzissem tivesse algum propósito?

“Com o Duolingo aprendes um idioma gratuitamente enquanto ajudas a traduzir a Internet”: é este o lema do website de Luis Van Ahn. Assim, fica solucionado também o problema do financiamento: em vez de serem os alunos a pagar, são as empresas a fazê-lo. Os exercícios a fazer são páginas da Internet a necessitar de tradução.

Imaginemos, por exemplo, que o blog Estratégia Digital pretendia traduzir os seus conteúdos para alemão, inglês e espanhol. Em vez de contratarmos uma agência de tradução, podíamos recorrer ao serviço da Duolingo.

Embora seja uma excelente ferramenta, o Duolingo não é capaz de substituir o sistema de ensino tradicional mas fica por lá perto. Com centenas de exercícios ao alcance do utilizador, a plataforma procura alcançar tudo e até testar a expressão e compreensão oral do aluno. Com uma oferta curricular cada vez mais ampla, o Duolingo conta já com mais de 25 milhões de utilizadores.

Artigo originalmente publicado no blog Estratégia Digital: Duolingo: traduzir a Internet enquanto aprendemos línguas

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *