Home / Escritores /

10 escritores mais vendidos de Portugal na atualidade

10 escritores mais vendidos de Portugal na atualidade

 

A literatura portuguesa conta, felizmente, com centenas de autores que todas as semanas fazem chegar às livrarias novos títulos que rapidamente se tornam sucessos de vendas. Os géneros que escrevem são distintos: podemos encontrar romance e ensaios, thrillers e até mesmo reportagens.

O sucesso vai ainda além das fronteiras portuguesas. Alguns nomes que encontrará nos próximos parágrafos foram já traduzidos por editoras estrangeiras e, tanto em Portugal como fora dele, os livros provaram ser bons o suficiente para se tornarem bestsellers.

Neste post decidimos apontar aqueles que são os 10 esscritores mais vendidos de Portugal na atualidade.

10 escritores mais vendidos de Portugal na atualidade

1 – José Rodrigues dos Santos

Jornalista e escritor, José Rodrigues dos Santos é um dos autores portugueses que mais livros vende, atingindo frequentemente o top número 1 quando lança um novo título. Apesar de ser mais conhecido pelo seu trabalhado a apresentar o Telejornal da RTP 1, a sua grande paixão é a literatura, uma área a que se tem vindo a dedicar nos últimos anos. Até à data já publicou mais de quinze livros, entre os quais os mais célebres serão A Filha do Capitão e a saga que iniciou com Codex 632, livros que foram traduzidos para diversos idiomas. Há até mesmo quem o compare a Dan Brown, o autor de O Código Da Vinci.

2 – José Saramago

Falecido em 2010, José Saramago – o único escritor português a receber um Nobel da Literatura – é também um dos autores mais vendidos de Portugal. Jornalista e conhecido pela sua afiliação ao Partido Comunista Português, nunca teve medo de tocar em pontos mais sensíveis e até mesmo religiosos. Os livros Evangelho Segundo Jesus Cristo e Caím, que foram ambos líder de vendas, são também os seus livros mais polémicos. Mas Saramago também dedicou a sua escrita à construção de críticas sociais em obras como Ensaio Sobre a Cegueira.

3 – Miguel Sousa Tavares

Miguel Sousa Tavares é também jornalista e, atualmente, comentador de notícias na SIC. Porém, a sua vida sempre esteve ligada às letras, não tivesse sido a sua mãe a famosa poetisa Sophia de Mello Breyner. Com formação em advocacia, virou-se eventualmente para o jornalismo e, por fim, para a escrita. O seu romance Equador valeu-lhe fama nacional e, alguns meses mais tarde, internacional, quando o livro começou a ser traduzido para vários idiomas. Além de Equador, também faz parte da bibliografia do autor o romance Rio das Flores e No teu deserto.

4 – António Lobo Antunes

Todos os anos, Portugal aguarda ansiosamente pela revelação do Nobel da Literatura na ânsia de que o nome de António Lobo Antunes seja consagrado. Porém a distinção continua por chegar. Com uma longa bibliografia, António Lobo Antunes conquistou já muitos prémios e mantém-se como um dos autores portugueses mais ativos do momento. Nascido em Lisboa, estudou medicina e psiquiatria mas canalizou o seu talento para a escrita. Quem lê os seus livros percebe facilmente que um tema recorrente, ainda que por vezes subtilmente camuflado, é o da Guerra Colonial portuguesa, do qual fez parte. Entre os seus livros mais conhecidos estão O Cu de Judas e Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombras no Mar?

5 – Margarida Rebelo Pinto

Trata-se de um nome polémico da literatura portuguesa, uma vez que consegue um sucesso tremendo escrevendo aquela que é chamada de literatura cor-de-rosa. Porém, a verdade é que Margarida Rebelo Pinto é uma das escritoras a alcançar mais vendas em Portugal. Nascida em Lisboa, começou a dedicar-se à escrita aos 14 anos, quando participa em concurso de contos. Mais tarde, é para o jornalismo que se vira também, até que finalmente publica o seu primeiro livro Sei Lá em 1999 e vende em muito pouco tempo 100 mil exemplares. Recentemente, estreou-se na escrita de romances históricos que revolvem à volta de personagens portuguesas.

Descontos!
 

6 – José Luís Peixoto

José Luís Peixoto é sem sombra de dúvidas um nome importante da literatura portuguesa. Narrador, poeta e dramaturgo, o escritor nasceu em Porte de Sor, no Alto Alentejo, em 1974 e começa-se a dedicar à literatura em 2000. Com o seu livro Nenhum olhar consegue então fama nacional, recebendo o prémio literário José Saramago. Todavia, convém falarmos do livro A criança em ruínas, a sua primeira obra inteiramente dedicada à poesia e que bateu recordes em Portugal ao vender mais de 15 mil exemplares em poucas semanas, um número raríssimo para este género literário.

7 – Afonso Cruz

Além de escritor, Afonso Cruz é também ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb. Nascido em 1971, na Figueira da Foz, estudou anos mais tarde na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e no Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira. Hoje, começa a tornar-se num dos nomes mais notáveis da literatura portuguesa. Com livros como Para onde vão os guarda-chuvas e Jesus Cristo bebia cerveja, tem provado ser um excelente contador de histórias e capaz de se expressar com um minimalismo atraente. Em certos livros, como O Pintor debaixo do guarda-louça – baseado numa histórica verídica – chega mesmo a deliciar-nos com ilustrações que tornam a narrativa mais interessante ainda.

8 – Gonçalo M. Tavares

Gonçalo M. Tavares tornou-se também um nome de peso da literatura portuguesa. Com uma formação em Educação Física e Arte, começou a dedicar-se à literatura em meados de 2000. Em 2001, publicou o seu primeiro livro e recebeu vários prémios, entre os quais o prémio José Saramago, em 2005. Nascido em Luanda, passou a sua infância na cidade de Aveiro e editou até hoje uma série de géneros literários como romances, contos, ensaios, poesia e teatro que têm sempre algo em comum: o seu tipo de escrita único. Não é de admirar que as suas obras estejam já editadas em mais de 45 países e que tenha vendido mais de 200 mil exemplares.

9 – Válter Hugo Mãe

Além de ser escritor, Válter Hugo Mãe é também editor, artista plástico, apresentador e cantor. Apesar de ter nascido em Angola, a sua infância foi passada em Paços de Ferreira e em Vila do Conde, no norte de Portugal. Os estudos levaram-no a uma licenciatura em Direito com uma pós-graduação, anos mais tarde, em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea. Entre os seus livros mais célebres encontramos A Máquina de Fazer Espanhóis e O Filho de Mil Homens.

10 – Lídia Jorge

E, por fim, terminamos esta lista com Lídia Jorge. A autora portuguesa ocupa um lugar muito destacado na literatura contemporânea, tendo-nos apresentado títulos que se tornaram sucessos de vendas muito rapidamente. Nascida no Algarve, licenciou-se em Filosofia Romana e foi professora em Angola e Moçambique antes de se mudar para Lisboa. Rapidamente começou a publicar artigos na imprensa e a conquistar uma reputação alta entre os meios de comunicação social. Em livros como A Costa dos Murmúrios denotamos a forte influência do realismo mágico da América Latina na sua escrita.


 

Partilhar este artigo

Comments

  • Elsa
    01 Outubro, 2016

    Ponte de Sor não é no Minho, é no Alto Alentejo, pertence ao distrito de Portalegre. ..

    • Eduardo Aranha
      Eduardo Aranha
      03 Outubro, 2016

      Olá Elsa.
      Obrigado pelo seu comentário! De facto, reconhecemos o erro e já o corrigimos.
      Eduardo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *