Home / Livrarias do Mundo /

Sabe quais são as 10 livrarias mais interessantes do mundo?

Sabe quais são as 10 livrarias mais interessantes do mundo?

 

Para quem adora ler, não há melhor lugar do que uma boa livraria cheia de milhares de livros coloridos, entre novidades literárias e clássicos inesquecíveis. É entre estantes que se descobrem universos, se descobrem personagens e alimenta a imaginação. Muitos passam horas a circular entre os livros e a ocupar um recanto para ler meia dúzia de páginas e decidir se levam ou não aquela história para casa.

Quando se acrescenta a todo este cenário a beleza arquitetónica da livraria, a experiência torna-se ainda melhor. É quase como se saltássemos para dentro do cenário de uma história para conhecermos mais histórias ainda.

A pensar nisto mesmo, decidimos listar as 10 livrarias mais interessantes do mundo e que merecem a sua visita num futuro próximo. Faça-se acompanhar da máquina fotográfica assim como do porta-moedas porque uma coisa lhe garantimos: no final da sua visita é provável que saia com imensas fotografias e um ou dois livros novos.

As 10 livrarias mais interessantes do mundo

1 — El Ateneo, Buenos Aires

Um teatro dos anos 20 transformado numa livraria: é isto que pode encontrar no El Ateneo, em Buenos Aires, Argentina. Esta livraria continua a ser considerada uma das melhores da América Latina, não só pelo aproveitamento do espaço (o palco, por exemplo, continua lá) mas também devido à ampla variedade de títulos.

2 — Galignani, Paris

Da América Latina passamos para a Europa, mais precisamente para Paris. Fundada pelo italiano Giovanni Antonio Galignani, esta livraria é uma das mais antigas da Europa e a primeira a dedicar-se à venda de livros em inglês fora das ilhas britânicas. O espaço clássico remonta-nos ao século XVIII, altura em que foi fundada a livraria.

3 — Selexyz Bookstore, Maastricht

Mais do que interessante, a Selexyx Bookstore em Maastricht é considerada frequentemente como a livraria mais bonita do mundo. A livraria aproveitou uma igreja dominicana abandonada para instalar estantes e substituir as bíblias por grandes nomes da literatura. Quem por lá passa pode tomar um café enquanto aprecia calmamente um livro.

4 — Livraria da Vila, São Paulo

De novo na América Latina, damos agora um saltinho ao Brasil, mais precisamente a São Paulo, onde é possível encontrar a Livraria da Vila. Com uma construção arquitetónica muito criativa, este espaço desenhado por Isay Weinfeld começa logo no início por honrar a essência do leitor: as portas da livraria são estantes. Além de bonita, esta livraria oferece uma variedade de títulos e costuma ser palco de debates, concertos e exposições.

5 — El Péndulo, México

 

A livraria El Péndulo, no México, é um espaço amplo e relaxante, perfeito para se saborear as quentes tardes mexicanas. Com plantas no seu interior, a biblioteca mantém bem vivo o espírito azteca entre as suas estantes. Mais do que funcionar como livraria propriamente dita, a El Péndulo oferece concertos, cursos e conta com um café-restaurante.

6 — Brentano’s, Paris

Com centenas de livrarias, é muito fácil para um leitor perder-se em Paris. Mas a Brentano’s é uma livraria ligeiramente diferente: com quase 120 anos, conta com uma oferta variadíssima para o leitor multicultural, interessado em ler em vários idiomas. Títulos em quase todas as línguas do mundo, de forma a juntar num único espaço um pouquinho de cada canto do planeta.

7 — Rizzoli, Nova York

A Rizzoli, em Nova Iorque, é uma das livrarias mais simbólicas dos Estados Unidos. Com um espaço acolhedor, luzes ténues e um estilo retro, encontra-se em pleno coração de Manhattan. Apesar de contar com inúmeros títulos, os livros de culinária são uma das especialidades desta livraria: o presente perfeito.

8 — Lello, Porto

A Lello e Irmão, no Porto, é a livraria mais interessante de Portugal e uma das mais bonitas do mundo. Situada no centro antigo da cidade do Porto, foi fundada em 1869 e conta com uma fachada e um interior verdadeiramente deslumbrante e mágico. Acredita-se que a autora J. K. Rowling se tenha mesmo inspirado nesta livraria para criar uma parte do universo mágico de Harry Potter.

9 — Shakespeare & Co, Paris

E não dissemos acima que era muito fácil para um leitor perder-se em Paris? Pois aqui está a prova: a terceira livraria parisiense a figurar nesta lista. A Shakespeare & Co era frequentada por autores como Hemingway, Scott Fitzgerald e James Joyce. Posicionada em frente à catedral de Notre-Dame, foi fundada por estrangeiros e tem sido centro de reunião de escritores de língua inglesa.

10 — Corso Como 10, Milão

Carla Sozzani, importante personalidade do mundo editorial do setor de revistas na Itália e irmã da poderosa Franca Sozzani, diretora da ‘Vogue Itália’, abriu a livraria Corso Como 10, em 1990. No início, não passava de uma galeria dedicada à arte e à fotografia. Mais tarde, o espaço foi ampliado e passou a incluir uma área relacionada com moda, assim como um restaurante e uma livraria.

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *