Home / Literatura Portuguesa /

16 livros de Fernando Pessoa podem agora ser descarregados gratuitamente

livros de fernando pessoa

16 livros de Fernando Pessoa podem agora ser descarregados gratuitamente

 

Hoje trazemos até si uma novidade que fará muito pelos seus hábitos de leitura: 16 livros de Fernando Pessoa, entre os quais o Livro do Desassossego e o Cancioneiro, podem agora ser descarregados de forma gratuita na Internet.

Com um vasto trabalho literário – maioritariamente publicado postumamente – Fernando Pessoa consagrou-se, ao longo do tempo, como um dos maiores nomes da poesia portuguesa. Os seus diferentes estilos de escrita, e o facto de ter fragmentado a sua poesia por heterónimos extremamente distintos, tornam mais fascinante ainda a sua história.

Fernando Pessoa nasce em 1888, quando Portugal era ainda um reino: com uma vida extremamente ordinária, estava longe de saber que se tornaria no poeta das muitas caras. Apesar de vir a morrer na capital portuguesa (e de ter vivido a maior parte da sua vida nessa cidade) os seus primeiros anos de vida foram passados em Durban, uma colónia da África do Sul, onde o seu padrasto servia como cônsul português.

No cenário modernista português, Fernando Pessoa torna-se um dos vultos mais importantes deste movimento, travando amizade com nomes como Mário de Sá-Carneiro e Almada Negreiros. Dois dos géneros que desenvolveu nesta altura, o Intersecionismo e o Sensacionismo, encontram-se latentes no seu trabalho e mais do que serem apreciados, podem ser sentidos. Parte do seu trabalho literário foi publicado, em vida, nas edições da revista Orfeu.

A timidez de Fernando Pessoa não se reservava apenas ao seu contacto com os outros. Mantendo-se longe das luzes da ribalta, continuou a escrever, mesmo que não procurasse ser publicado. Após a sua morte, a família descobriu na sua arca mais de 25 mil folhas com poesia, peças de teatro, textos políticos, ensaios linguísticos, horóscopos, entre outros textos. Escritos em folhas de cadernos, panfletos ou no papel timbrado das firmas nas quais trabalhava, todos estes textos encontravam-se assinados… por muitos nomes.

Em português, destacam-se os três heterónimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos; e o semi-heterónimo, Bernardo Soares. Em inglês, surge a poesia e prosa de Alexander Search e Charles Robert Anon. Em francês, apresenta-nos Jean Seul, um ensaísta isolado.

Mas os heterónimos não se ficam por aqui: da lista fazem ainda parte  tradutores, escritores de contos, um crítico literário inglês, um astrólogo, um filósofo, um frade, um nobre suicida e uma mulher corcunda, Maria José.

16 livros de Fernando Pessoa podem agora ser descarregados gratuitamente

O Portal Domínio Público, lançado em novembro de 2004 (com um acervo inicial de 500 obras), propõe a partilha de conhecimentos, colocando à disposição de todos os usuários da rede mundial de computadores – Internet – uma biblioteca virtual que deverá se constituir em referência para professores, alunos, pesquisadores e para a população em geral.

Cancioneiro

Livro do Desassossego

Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco

Mensagem

O Banqueiro Anarquista

 

O Eu profundo e os outros Eus

O Guardador de Rebanhos

O pastor amoroso

Poemas de Álvaro de Campos

Poemas de Fernando Pessoa

Poemas de Ricardo Reis

Poemas em Inglês

Poemas Inconjuntos

Poemas Traduzidos

Poesias Inéditas

Primeiro Fausto

Leia a biografia completa do poeta em: Fernando Pessoa: o lisboeta tímido que dividiu a alma em poesia

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *