Home / Literatura e Ciência /

Afinal, qual é a melhor posição para ler?

melhor-posição-para-ler

Afinal, qual é a melhor posição para ler?

ProfileMate
    

Todos os que gostam de ler já se viram confrontados com um problema: qual a melhor posição para ler? Às vezes, estamos na cama mas há ali qualquer coisa nas nossas costas que nos faz mudar de posição constantemente. Outras vezes, estamos sentados numa cadeira e o pescoço começa a doer. E, claro, há também aqueles casos em que estamos de tal forma confortáveis – por exemplo de barriga para baixo, na praia, a sentir o sol nas costas – que adormecemos com o livro na cara e apanhamos um escaldão.

Natalie Meyer, colaboradora do website norte-americano Book Riot, também foi confrontada com este problema, confessando comportar-se como ‘um porco no espeto’ quando está a ler. Assim, farta de estar desconfortável enquanto lê, decidiu fazer um teste para perceber qual a melhor posição para ler.

Para responder a esta eterna dúvida, foram testadas e cronometradas várias posições enquanto lia. A melhor posição para ler seria aquela que Natalie aguentasse durante mais tempo e sem se mexer. Para se certificar de que o método resultava, deu 3 tentativas a cada posição e somou o tempo de cada uma dessas tentativas para fazer uma média. Como o livro que estamos a ler também pode influenciar o conforto da posição, Natalie Meyer assegurou-se de escolher uma amostra de livros diferentes.

A melhor posição para ler: quem ganha?

Os resultados do mini-estudo de Natalie Meyer foram então os seguintes:

Sentado num banco do parque – 48 minutos e 6 segundos

Deitado de barriga para baixo – 32 minutos e 12 segundos

Em pé – 27 minutos e 24 segundos

Sentado num bar – 25 minutos e 45 segundos

Deitado de costas – 17 minutos e 39 segundos

Deitado sobre o lado direito – 16 minutos e 26 segundos

Deitado sobre o lado esquerdo – 11 minutos e 26 segundos

Sentado com as pernas cruzadas – 11 minutos e 9 segundos

Como constatou Natalie Meyer, a melhor posição para ler é estar sentado num banco do parque. A colaboradora do Book Riot conta que se podia mexer bem no banco, que não havia sons de fundo e que foi agradável estar a ler no exterior. Entre as desvantagens apontadas, indica o facto de o clima ser incerto, de por vezes estar frio e de que as pombas são um frequente motivo de distração.

ler

Entretanto, ler num bar/café não resultou tão bem devido à música de fundo que provou ser distractiva. Além disso, Natalie aponta que existe uma contrapartida: consumo obrigatório, ou seja, teve de pagar para ler. Outra posição que não resultou muito bem foi estar sentada a ler com as pernas cruzadas, porque eventualmente se começa a ficar com dores nos joelhos.

De barriga para baixo foi a segunda melhor posição. Em comparação com estar deitado sobre o lado direito e o lado esquerdo, a posição barriga para baixo foi a mais efetiva porque os braços não ficaram dormentes, algo que acontecia com frequência nas outras posições.

Para surpresa de Natalie ler em pé correu muito melhor do que estava à espera. Apesar de se ter sentido como um ‘professor inteligente prestes a dar uma palestra’, pôde andar à volta da sala e fazer algum exercício físico enquanto continuava a ler. Além disso, podia tirar apontamentos, beber água e comer enquanto andava de um lado para o outro dentro de casa. O lado negativo é que é estranho, tanto para quem lê como para quem está a ver. Natalie confessa que o seu marido ficou irritado por vê-la a andar de um lado para o outro.

E, afinal, qual é o veredito final? Basicamente, Natalie Meyer conclui que o melhor talvez seja ler no parque e levar consigo uma toalha para fazer uma leitura intercalada entre o banco, o relvado – onde pode ler de barriga para baixo – e a andar pelo parque.

Apesar das limitações deste estudo muito amador – que contou com a participação de apenas uma pessoa – é possível retirar algumas conclusões interessantes. E vocês, qual consideram ser a melhor posição para ler?

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhar este artigo

Comments

    Deixar Comentário

    Your email address will not be published. Required fields are marked *