Home / Arte /

Moleskine lança um caderno que digitaliza tudo o que escreve à mão

moleskine

Moleskine lança um caderno que digitaliza tudo o que escreve à mão

 

Se costuma utilizar um caderno Moleskine durante o seu dia de trabalho ou até mesmo na escola e faculdade de certeza que já se confrontou com um problema ou, melhor dizendo, aborrecimento: ter de transcrever tudo aquilo que anotou para o computador, de forma a ter uma cópia digital dos resumos e apontamentos que fez.

Isto significa sempre que vai ter de perder  tempo a fazer este trabalho. Sim, mais valia escrever tudo diretamente no computador. No entanto, pressionar teclas enquanto ouvimos alguém a falar nem sempre é mais difícil do que parece.

Mais do que a escrita, há outras coisas no seu Moleskine que são difíceis – senão mesmo impossíveis – de passar para o meio digital. É o caso, por exemplo, de um esquema que construímos manualmente para perceber melhor a matéria que estamos a estudar ou aquele desenho incrível que fizemos numa pausa criativa durante o trabalho.

Se se identifica com alguma coisa do que escrevi acima então tenho a certeza que vai adorar a novidade que tenho para lhe dar neste post. A marca Moleskine lançou um novo caderno… que passa automaticamente para suporte digital tudo o que escreveu ou desenhou.

Como funciona este caderno da Moleskine?

Chama-se Smart Writing Set e é composto por um caderno Moleskine, muito semelhante àqueles que já conhecemos, uma caneta especial e um aplicativo que deve instalar no seu dispositivo móvel ou computador.

Começamos então pelo caderno em si. Como deve calcular, as folhas do caderno – que tem como nome Paper Tablet – usam tecnologia invisível NCode. Isto significa que quando a caneca Pen+ escrever sobre a folha, a pequena câmara instalada na pontinha é capaz de gravar o que você escreveu e digitalizar a informação instantaneamente.

Se o aplicativo estiver ligado ao seu dispositivo móvel, a informação é automaticamente transferida para aí. Pode até assistir em tempo real à forma como tudo o que está a escrever no caderno passa para o ecrã do seu dispositivo. Caso contrário, a caneta armazena o que escreveu e faz o upload para o aplicativo mal exista conexão.

A vantagem é que pode utilizar esse material produzido manualmente de forma digital imediatamente, seja para editar, organizar no computador ou até mesmo enviar por e-mail. O caderno está até preparado para facilitar esta última tarefa.

Se escreveu alguma coisa numa página que quer enviar para o seu próprio e-mail, basta carregar com a ponta da caneta no símbolo de um envelope que aparece no canto da página e enviar a informação automaticamente por correio eletrónico.

Embora algumas pessoas contestem o preço deste kit que está marcado para 199 dólares (sendo que cada novo caderno tem um preço acrescido de 29,99 dólares), a verdade é que se pode assumir como uma importante ferramenta de trabalho, especialmente para designers e escritores.

 

Share this article

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<