Home / Literatura de Ficção /

Os mistérios por detrás da Trilogia no Jardim de Nora Roberts

Os mistérios por detrás da Trilogia no Jardim de Nora Roberts

 

Para quem não conhece, Nora Roberts é um verdadeiro fenómeno editorial. É muito difícil que nunca tenha visto um livro da autora numa livraria, visto que assina mais de 150 livros – dos quais alguns já foram adaptados ao cinema – e que estão traduzidos em cerca de 26 idiomas.

A todos estes números somam-se as 250 milhões de cópias e mais de 100 livros que fazem parte da lista do New York Times até à data.

Neste post, é desta autora norte-americana que falamos, mais concretamente de uma das suas trilogias mais célebres: A Trilogia no Jardim. Três romances que conduzem o leitor numa história de amor, mistério e intrigas familiares.

Nora Roberts: três mulheres, três livros, um mistério

A saga tem início com o livro A Dália Azul. A acção tem lugar Harper House, a mansão com séculos nos arredores de Memphis, que esteve nas mãos da família Harper há gerações. Aliás, desde que há memória, a fantasma gótica, conhecida como Noiva Harperm vagueia pelos corredores da mansão, cantarolando músicas de embalar à noite…

Stella Rothchild, protagonista do romance que inicia a trilogia, é uma jovem viúva que na tentativa de fugir aos fantasmas do passado regressa juntamente com os seus dois filhos cheios de energia às raízes, no Sul do Tennesse – e a uma nova vida na Harper House. Aí encontra um emprego estimulante, duas grandes amigas e desenvolve um forte fascínio pelo rude e atraente paisagista Logan Kitridge.

No cenário de uma casa mergulhada em história e de um próspero negócio de jardinagem, as três mulheres desenterram as memórias do passado e descobrem um perigoso segredo… a Noiva Harper. À medida que as mulheres mergulham na história de Harper House, descobrem que a dor e a raiva mantiveram vivo o espírito da Noiva muito depois da sua morte. E, agora, ela fará qualquer coisa para destruir a paixão de Logan e Stella.

 

 

Nora Roberts continua a história com A Rosa Negra, um livro que desta vez é centrado em Rosalind Harper, uma mulher vivida, que terá entre mãos a tarefa de descobrir quem é afinal a Noiva Harper e porque assombra a sua casa e a sua família. Rosalind é uma mulher cuja experiência a tornou forte o suficiente para enfrentar qualquer situação.

Viúva e com três filhos, Rosalind resistiu a um segundo casamento desastroso e construiu a sua empresa de jardinagem que, mais do que um mero negócio, se transforma num símbolo de esperança e independência. Mas agora Rosalin está a ser posta à prova e conta com a ajuda do dr. Mitchell Carnegie, contratado para investigar a identidade da Noiva Harper. Só que o tempo escasseia para descobrir a verdade antes que a imprevisível aparição destrua a única pessoa que a poderá ajudar a descansar em paz.

Nora Roberts conclui esta belíssima trilogia com O Lírio Vermelho, cujo mistério que assombra a histórica casa é agora revelado e as três mulheres podem, por fim, prosseguir as suas vidas. Desta vez é Hayley Phillips quem procura em Memphis um novo começo, para si e para a criança que traz no ventre. Aí encontra um lar e grandes amizades – incluindo Harper, que se torna o homem dos seus sonhos…

Mas Hayley  receia ceder ao desejo, especialmente porque suspeita que os sentimentos que a invadem já não são os seus. Imagens do passado e um comportamento imprevisível levam-na a acreditar que a Noiva Harper encontrou maneira de se introduzir na sua mente e no seu corpo. Está na altura de dar descanso à Noiva de uma vez por todas, para que Hayley possa perceber de novo o seu coração – e saber se está disposta a correr o risco…

Uma leitura que vale a pena para todos os que apreciam dramas familiares com uma pontada de mistério e fortes personagens femininas.

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *