Home / Literatura Portuguesa /

Prémio José Saramago: uma distinção para os jovens escritores

prémio josé saramago

Prémio José Saramago: uma distinção para os jovens escritores

Mídia Kit Blog Mundo de Livros
 

José Saramago foi o único escritor português até à data a receber um Prémio Nobel, a distinção máxima da literatura. Por essa mesma razão, faz todo o sentido que o autor de O Memorial do Convento tenha sido o eleito para nomear o prémio literário criado pela Fundação Círculo de Leitores em 1999.

Para quem não conhece, a Fundação Círculo de Leitores foi criada em 1995 com o objetivo de divulgar a cultura escrita e literatura portuguesa, contribuindo para o fomento dos hábitos de leitura e promoção da língua portuguesa. Para além do apoio à edição de grandes obras, a fundação criou as Olimpíadas da Leitura, e o Grande Torneio das Letras em parceria com o Diário de Notícias.

Porém, é em 1999 inicia a atribuição do primeiro grande prémio literário a distinguir jovens escritores de língua portuguesa – o Prémio Literário José Saramago.

Quem valoriza o Prémio José Saramago?

Atuamente, o Prémio José Saramago afirma-se como um dos mais importantes prémios literários atribuídos no âmbito da lusofonia a autores com obra publicada em português e com idade não superior a 35 anos de idade.

Como dissemos acima, o prémio celebra a atribuição do Prémio Nobel da Literatura de 1998 ao escritor português José Saramago e tem uma periodicidade bianual e o valor pecuniário de 25 mil euros. O júri é composto por 5 a 10 elementos de reconhecido mérito no âmbito cultural.

De acordo com o regulamento,  é distinguida “uma obra literária no domínio da ficção, romance ou novela, escrita em língua portuguesa, por um escritor com idade não superior a 35 anos, cuja primeira edição tenha sido publicada em qualquer país da lusofonia, excluindo obras póstumas.”

Eis uma lista de todos os vencedores do Prémio Literário José Saramago:

1999 – Natureza Morta de Paulo José Miranda

2001 – Nenhum Olhar de José Luís Peixoto

2003 – Sinfonia em Branco de Adriana Lisboa

2005 – Jerusalém de Gonçalo M. Tavares

2007 – O remorso de baltazar serapião de Valter Hugo Mãe

2009 – As Três Vidas de João Tordo

2011 – Os Malaquias de Andréa del Fuego

2013 – Os Transparentes de Ondjaki

2015 – As Primeiras Coisas de Bruno Vieira Amaral

E você, quantos dos livros a figurar nesta lista já leu? Queremos saber através da caixa de comentários.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *