Home / Romances Históricos /

O Reino das Sombras: um livro sobre espionagem na Europa fascista

O Reino das Sombras: um livro sobre espionagem na Europa fascista

 

Os dois momentos mais trágicos da história do século XX continuam a provocar fascínio entre inúmeros escritores e leitores ávidos por novas histórias. A destruição e devastação provocadas pelas Guerras Mundiais continuam a servir como pano de fundo para a construção de obras inspiradoras e viciantes, como é o caso, por exemplo, da trilogia O Século de Ken Follet. Sem nos afastarmos deste tema, falamos neste post de um thriller que é considerado um dos melhores do género e que junta história com ação.

Frequentemente comparado a Graham Greene e John Le Carré, Alan Furst é reconhecido pela crítica como um mestre de um tipo de romance de espionagem dotado de uma atmosfera muito particular. E é essa atmosfera que pode encontrar no livro O Reino das Sombras.

Nesta obra, seguimos a história de Nicholas Morath, um homem que actua como mensageiro e agente de Polanyi, um diplomata que está obcecado com a ideia de impedir uma possível aliança do seu país com a Alemanha nazi. A personagem principal do livro conspira com tudo e todos, renegados das SS, membros da Abwehr, políticos ingleses e desertores.

Por esta altura, a Hungria é um pequeno país, cercado por duas potências, e a sua sobrevivência depende de um jogo sempre equívoco e de uma política clandestina, de uma vida de sombras. A realidade de guerra já é bem conhecida de Morath, uma vez que se bateu contra os Cossacos nos pântanos da Galícia, na frente leste, em 1914.

 

Ferido, Morath sobreviveu e partiu para Paris, para um mundo de restaurantes e nightclubs, para o círculo boémio da sua amante argentina. No entanto, e à medida que o fracasso da política de apaziguamento se vai tornando evidente, com Hitler a entrar em Praga e a ameaçar a Polónia, a vida de Nicholas Morath passa a ser cada vez mais um risco constante. As suas missões outrora discretas passam a ser secretas e Paris vive o seu derradeiro Verão antes da guerra.

O Reino das Sombras é o sexto livro de uma série de romances de Alan Furst que, mesmo que não sigam as mesmas personagens ou enredos, seguem acontecimentos ao longo do período das duas Guerras Mundiais. Como disse, cada um dos livros da série Soldados da Noite contém a sua própria personagem principal, tipicamente um homem na meia idade envolvido num plano de espionagem. Um retrato realista e algo emocionante da Europa nos seus anos mais negros.

Quem é Alan Furst, autor de O Reino das Sombras?

Alan Furst é reconhecido como mestre do romance histórico de espionagem. Natural de Nova York, viveu em França durante alguns anos, estabelecendo-se maioritariamente em Paris. Na sequência de anos a trabalhar como jornalista em várias revistas e jornais norte-americanos e europeus, iniciou a sua carreira literária a escrever thrillers situados na Europa das Grandes Guerras. Atualmente, o autor vive em Long Island, Nova York.

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *