Home / Literatura /

Subway Book Review: à procura de livros no metro de Nova Iorque

Subway Book Review: à procura de livros no metro de Nova Iorque

 

E se estivesse muito descansadinho da vida à espera do metro e lhe perguntassem que livro está a ler? É exatamente essa a pergunta que Uli Beutter Cohen faz às pessoas que vai encontrando no subterrâneo de Nova Iorque e que acabou por dar origem a um projeto que é, no mínimo, inovador. Continue a ler e saiba como surgiu o Subway Book Review.

A ideia partiu da própria Uli Beutter Cohen, uma especialista da área da comunicação que trabalha em áreas como o branding, o storytelling, empreendedorismo e coaching. Com muitas ideias na cabeça, a jovem mudou-se para Nova Iorque em 2013, depois de ter co-fundado a agência Sandymontana e de ter trabalhando com marcas como a Nike e a Interscope.

Antes de se mudar para a Big Apple, um amigo disse-lhe para não se perguntar o que é que Nova Iorque podia fazer por ela, mas para ela própria descobrir aquilo que podia fazer pela cidade. O conselho ficou-lhe na cabeça até que um dia reparou que as pessoas costumavam ler muito no metro. Nas suas próprias palavras, o espaço era uma espécie de “microcosmos literário”, onde podia encontrar obras muito diferentes.

Subway Book Review: as personalidades por detrás dos livros

Dos clássicos da literatura a livros desconhecidos, havia obras para todos os gostos, sendo que cada uma delas mostrava um pouco da personalidade de quem as estava a ler. A curiosidade levou-a a perguntar às pessoas que encontrava que livro liam e porquê. Pouco depois surgia o Subway Book Review, um projeto que condensa as opiniões das pessoas que Uli Beutter Cohen vai encontrando no Metro de Nova Iorque.

Com o passar do tempo, a comunicadora foi-se apercebendo que as opiniões deixadas iam para além do livro e refletiam muitas vezes a experiência pessoal de cada leitor. A prova disso está nos muitos tipos de reviews agora presentes no site oficial do projeto. Se umas são contadas de forma divertida e bem-humorada, outras revelam personalidades mais tristes. Quem sabe, o próprio dia tenha ajudado a formular a opinião.

Descontos!
 

Com o Subway Book Review, Uli Beutter Cohen constatou que, apesar das diferenças, a maioria das histórias relacionam-se de alguma forma. “Todas elas mostram-nos que estamos muito menos sozinhos e muito mais ligados do que aquilo que pensamos. Até numa das maiores cidades do mundo.”

Para saber mais sobre o projeto Subway Book Review, pode consultar o site oficial ou fazer parte dos 40 mil seguidores do perfil do Instagram. Graças às redes sociais, o projeto tem ganhado cada vez mais apoiantes, crescendo em notoriedade. A juntar a isto, também já foi noticiado por várias revistas e órgãos de comunicação, como a Buzzfeed ou a própria BBC.

Além do Subway Book Review, Uli Beutter Cohen faz questão de dar corpo à palavra “empreendedorismo”. Em conjunto com a designer Mariah Raelle Rich, criou o We Make Waves, uma empresa de consultoria e coaching que pretende ajudar todos aqueles que querem alcançar um determinado objetivo, mas não sabem como agir. Juntas, as empresárias fazem vários workshops nos Estados Unidos, em cidades como Portland, Los Angeles e Nova Iorque.

 

Partilhar este artigo

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *