Home / Cultura e Sociedade /

Educação, pedagogia e cidadania: o ensino cidadão além da capacitação técnica

Educação, pedagogia e cidadania: o ensino cidadão além da capacitação técnica

Share this article

Muito se discute sobre o papel da educação, sobretudo nos últimos anos com as grandes transformações tecnológicas vividas neste setor.

O avanço do ensino remoto e do ensino híbrido coloca em xeque o futuro da educação. Não em questão de qualidade, mas sim de mudança de modelos e uma questão de adaptação acerca do ensino.

Contudo, apesar do ensino ser ministrado de maneira remota ou presencial, uma coisa que o ambiente escolar jamais deve perder é a sua capacidade de formar cidadãos críticos e respeitosos.

Mas o que se encontra na literatura em questão de transformação social e cidadã a partir da escola? Quais os métodos e práticas de ensino adotadas para atingir este desenvolvimento cidadão, além do técnico-profissional?

Com o contexto atual de mudanças, transformações e adaptações no campo da educação, o objetivo deste artigo  é o de trazer livros e obras clássicas de educadores e pedagogos, que podem iluminar o caminho para o ensino cidadão em um quadro de ensino remoto.

Ainda, quando falamos de obras clássicas da educação e da pedagogia, todos os exemplos a serem vistos aqui podem muito bem auxiliar alunos das áreas da educação, da pedagogia e do ensino, de modo que é possível extrair possíveis temas para TCC na área da educação infantil, projetos de pós-graduação e estudo através destes autores.

 

Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire

A primeira obra que será citada ao longo do artigo é de autoria de um educador que dispensa comentários e introduções.

Paulo é considerado um dos maiores nomes da pedagogia mundial de todos os tempos, sendo revolucionário na área educacional e no desenvolvimento de um aprendizado crítico e cidadão.

Com Paulo Freire, a escola como formadora de cidadãos passa a ganhar força e suas metodologias são empregadas mundialmente até os dias de hoje.

A mente por trás de processos de alfabetização e capacitação relâmpago de pessoas pobres e oprimidas financeiramente tem como sua última obra publicada em vida a Pedagogia da Autonomia.

Na última obra de sua vida, Paulo elabora novos métodos de aprendizado, que segundo a Wikipédia e diversos outros autores, valorizam a curiosidade de alunos e professores, condenando a rigidez tradicional e autoritária existente na relação professor-aluno.

Além disso, Paulo Freire é reconhecido como um dos maiores pensadores da história do planeta, cujas ideias extrapolam o campo do ensino e da pedagogia, sendo essenciais para humanização do tratamento aos mais pobres, aos mais necessitados e oprimidos.

Ainda, em países como a Suécia, os Estados Unidos, a África do Sul, a Austrália e o Reino Unido, Paulo Freire é visto como uma das figuras mais importantes na história da educação e justiça social.

 

Escola e Democracia de Dermeval Saviani

A segunda obra a ser analisada no artigo de hoje é o clássico livro de 1983, Escola e Democracia, de autoria do professor Dermeval Saviani.

Dermeval é professor, filósofo, pedagogo e atualmente possui o título de professor emérito do CNPq, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Além disso, o professor Dermeval é coordenador do grupo de pesquisa História, Sociedade e Educação no Brasil e também é considerado Doutor Honoris Causa em algumas universidades brasileiras, como a UFPB e a UFSM.

Em sua clássica obra Escola e Democracia, Dermeval Saviani observa e traça as relações entre a educação e a manutenção de um estado democrático.

Ao longo deste trabalho, Saviani ilustra que a prática pedagógica contribui de maneira direta para a democratização da sociedade a longo prazo.

 

Em defesa da educação pública, gratuita e democrática de Marilena Chaui

O último livro considerado essencial para o estudo e entendimento da educação atual é de autoria de Marilena Chaui.

Em defesa da educação pública, gratuita e democrática traz em suas páginas um compilado de escritos de Marilena dedicados ao tema da educação, como reflexões sobre o aprender e o ensinar, memória da aluna e da professora Marilena, análises teóricas e propostas educativas.

Marilena Chaui é uma filósofa e escritora brasileira especializada na obra do clássico filósofo Baruch Espinoza, que inspirou diversos nomes da filosofia, como Hegel, Schopenhauer e von Goethe.

Além disso, Chaui é professora emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP nas áreas de Filosofia Política e Estética.

Marilena é considerada uma das intelectuais mais influentes do Brasil e uma das mais importantes filósofas de todo o país.

 

Menções honrosas e obras essenciais na educação

Além destes três grandes livros nas áreas da filosofia, educação, ensino e pedagogia, existem diversas outras obras que são consideradas essenciais para o estudo e entendimento do processo educacional.

Algumas outras obras que podem ser evidenciadas sob esta óptica são:

Obra

Autor

Ano de Publicação

Pedagogia do Oprimido

Paulo Freire

1974

Conversas Com Quem Gosta de Ensinar

Rubem Alves

1981

Educar na Esperança em Tempos de Desencanto

Pablo Gentili; Chico Alencar

2003

Organização do Currículo por Projetos de Trabalho

Fernando Hernández; Montserrat Ventura

2017

Alfabetização e Letramento

Magda Soares

2003

Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora

Lilia Bacich; José Moran

2018

Todas estas obras trazem uma óptica essencial para a compreensão do processo de educação, aprendizado e ensino, por parte de alunos e professores.

Você é fã da área? Tá esperando o quê para dar uma conferida nestas obras clássicas? É possível consultar preços e fazer o download de PDF para todos estes livros!

POSTS RELACIONADOS

 

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *