Home / Escritores /

5 livros para quem tem saudades de Jane Austen

escritora jane austen

5 livros para quem tem saudades de Jane Austen

by Eduardo Aranha

Share this article

A escritora Jane Austen é hoje relembrada como um dos nomes mais importantes da literatura inglesa do século XVIII. Os seus romances, que nos introduziram pela primeira vez heroínas românticas como Lizzie Bennet e Emma Woodhouse, contaram com um sucesso que se repercutiu ao longo do tempo e ainda hoje continua a atrair milhares de novos fãs.

Não é difícil perceber o porquê de tanta aclamação. Além de todas as adaptações cinematográficas, televisivas e literárias que continuam a ser feitas à obra da escritora Jane Austen, há uma sensação intemporal no enredo dos seus livros e na forma como as personagens interagem. Melhor do que nada, esses são ingredientes para um sucesso que a autora britânica estava longe de adivinhar.

Neste post é sobre a escritora Jane Austen que voltamos a falar, mas desta vez o enfoque que atribuímos é diferente. Afastamo-nos das obras da autora – que todos os fãs já leram, de certeza – e apresentamos alguns trabalhos literários que se inspiram diretamente na vida da escritora e em detalhes das suas histórias mais célebres.

5 livros para quem tem saudades da escritora Jane Austen

1 – Morte em Permberley – P. D. James

Estamos em 1803 quando Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy – bem conhecidos do romance Orgulho e Preconceito – celebram seis anos de casamento ao lados dos seus dois filhos. Embora o casal não pudesse estar mais feliz na imponente propriedade rural de Pemberley, algo se sucede que deixa a casa agitada. Lydia, uma das irmãs Bennet, chega à mansão gritando que o marido foi assassinado na floresta. Em Morte em Pemberley, P. D. James combina as suas duas maiores paixões: a literatura policial e a obra de Jane Austen. Um romance policial que honra o estilo de Austen para contar uma nova história cheia de intriga.

2 – Eligible – Curtis Sittenfeld

Lizzie Bennet e Mr. Darcy conhecem-se e odeiam-se. No entanto, nem tudo é o que parece. Nesta adaptação de Curts Sittenfeld, não é na Inglaterra regencial de Orgulho e Preconceito que encontramos, mas sim os Estados Unidos na era moderna. Lizzie Bennet é uma jornalista feminista e Darcy um neurocirurgião de prestígio. Já a irmã mais velha de Lizzie, Jane, é uma professora de ioga, e o seu pretendente, Bingley é um solteirão que participou no maior programa de namoro dos Estados Unidos: Eligible.

3 – As Épicas Aventuras de Lydia Bennet – Kate Rorick e Rachel Kiley

Em 2013, a Internet encantou-se com uma websérie no YouTube chamada The Lizze Bennet Diaries que recontava a história de Orgulho e Preconceito como se a personagem principal estivesse a fazer vídeos para o YouTube. Ainda que todas as personagens fossem bastante fiéis à realidade que Jane Austen nos apresentou, foi a personagem de Lydia a que roubou todas as atenções. Mais tarde, dado o sucesso da série, Kate Rorick e Rachel Kiley decidiram escrever sobre o que acontece a Lydia após o final feliz de Darcy e Lizzie.

4 – Austenland – Shannon Hale

Esta é a história perfeita para todos os fãs de Jane Austen que gostariam de viver dentro de um dos seus romances. O livro Austenland conta a história de Jane Hayes, uma fã de Austen que sonha em encontrar o seu Darcy na vida real. Incapaz de realizar tal feito, usa todas as suas economias para passar as férias num resort chamado Austenland, onde todos os hóspedes e funcionários encenam a vida como se se passasse no período regencial. O livro encontra-se repleto de referências a livros de Austen e já recebeu uma excelente adaptação cinematográfica.

5 – Norte e Sul – Elizabeth Gaskell

A acção de Norte e Sul decorre em meados do séc. XIX, narrando o percurso da protagonista desde o ambiente tranquilo mas decadente de uma Inglaterra sulista, até um norte vigoroso mas turbulento. Neste romance, Elizabeth Gaskell mostra como a vida pessoal e pública se entrelaçavam numa sociedade recentemente industrializada. Ainda que Gaskell tenha sucedido a Austen por alguns anos, é possível encontrar uma similaridade no enredo deste livro com as obras da escrita Jane Austen.

POSTS RELACIONADOS

 

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *