Home / Cultura e Sociedade /

Conheça os 7 livros recomendados por Neil deGrasse Tyson

Conheça os 7 livros recomendados por Neil deGrasse Tyson

 

A literatura é uma arte que consegue a proeza de inspirar grandes nomes dos mais variados campos das letras ou da ciência. É, aliás, frequente que o mesmo livro assuma significados diferentes de acordo com a pessoa que o lê. Neste artigo, focamo-nos na opinião de Neil deGrasse Tyson.

O astrofísico norte-americano que se notabilizou pelas várias publicações e aparições mediáticas recomendou uma série de obras que, segundo o próprio, todos nós devemos ler. Ao todo são 7 e a grande maioria já ascendeu à categoria de clássico da literatura. Apresentamos agora uma das recomendações de Neil deGrasse Tyson, acompanhadas por uma pequena sinopse. Quais das seguintes já leu?

As leituras obrigatórias de Neil deGrasse Tyson

bibliaA Bíblia

A primeira recomendação de Neil deGrasse Tyson é nada mais, nada menos do que a Bíblia. Independentemente da religião, o livro sagrado do Cristianismo está repleto de histórias e parábolas das quais poderá retirar ensinamentos.

Como é conhecimento comum, o livro e composto pelo Antigo e pelo Novo Testamento, compilando histórias que se situam temporalmente entre os anos 1500 a.C. a 450 a.C. e 45 d.C. a 90 d.C. De acordo com o astrofísico, todos devemos ler a Bíblia para “entender que é mais fácil acreditar nos outros do que pensar e crer por si mesmo.”

 

 

 a-era-da-razao-thomas-paineA Era da Razão de Thomas Paine

Thomas Paine foi um revolucionário responsável pela criação de vários panfletos no período da Revolução Americana. O homem esteve por detrás de acontecimentos importantes (como a Declaração da Independência) e tornou-se num ativista dos direitos humanos, numa altura em que tal não era comum.

As ideias de Paine subsistiram ao tempo graças aos artigos que publicou e que estão na origem do livro A Era da Razão. Segundo Neil deGrasse Tyson, este é um livro de leitura obrigatória porque permite perceber que “o poder do pensamento racional é a fonte primária de liberdade”.

 

 

o-principe-nicolau-maquiavel

O Príncipe de Nicolau Maquiavel

O clássico de Nicolau Maquiavel ficou para a história como uma das primeiras obras (se não mesmo a primeira) onde se reflete sobre de onde vem o poder conferido aos governantes. O livro é polémico e marcou não só um como vários períodos éticos, políticos e filosóficos.

Para Neil deGrasse Tyson esta é uma demonstração da natureza humana. Nas palavras do próprio, serve “para entender que quem não tem poder vai fazer de tudo para consegui-lo – e também perceber que quem tem poder vai fazer de tudo para mantê-lo”.

 

 

 

arte-da-guerra-sun-tzuA Arte da Guerra de Sun Tzu

O livro A Arte da Guerra pode ser considerado como uma obra sobre liderança e empreendedorismo num período em que ambos os conceitos estavam longe de ser faladas. Puramente militar, a publicação consegue a proeza de fazer pontes com as diversas áreas da nossa vida sem nunca referir outro assunto que não a guerra.

Neil deGrasse Tyson destaca o lado menos positivo do livro, afirmando-o como essencial para perceber como “o ato de matar outros humanos pode ser elevado ao estatuto de arte”.

 

 

 

 

origem-das-especies-charles-darwinA Origem das Espécies de Charles Darwin

Para o astrofísico, A Origem das Espécies permite-nos perceber como estamos tão ligados a outras espécies que pouco parecem relacionadas connosco. O livro de Charles Darwin foi publicado no ano de 1859, ano em que o autor contemplou 50 anos de idade.

A obra mostra a evolução do homem enquanto animal e é um marco quer na história da literatura como da biologia. O livro é também conhecido como Origem das Espécies por Meio de Seleção Natural, ou a Preservação das Variedades Favorecidas na Luta pela Existência.

 

 

as-viagens-de-gulliver-jonathan-swiftAs Viagens de Gulliver de Jonathan Swift

Em As Viagens de Gulliver acompanhamos as aventuras de um humano que, de repente, acorda num mundo onde tudo parece ter encolhido. À luz da sua grandiosidade, tudo na vida dos outros lhe parece ridículo.

Posteriormente, o mesmo personagem viaja ao mundo dos gigantes, onde tem uma nova perspetiva da vida. No terceiro destino, Gulliver é obrigado a lutar com Yahoos. O livro é uma sátira e, segundo Tyson, põe-nos a pensar que na maior parte do tempo, os humanos são Yahoos”.

 

 

 

a-riqueza-das-naçoes-adam-smith

A Riqueza das Nações de Adam Smith

O livro da autoria de Adam Smith foi lançado no ano de 1779 e tem sido usado como pilar para uma série de escritores, economistas ou especialistas da política. O título completo do livro é A Riqueza das Nações: Uma Investigação sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações e valeu ao seu autor o titulo de “pai da economia moderna”.

Segundo Neil deGrasse Tyson a leitura é obrigatória porque permite “entender o capitalismo”, que considera como a “economia da ganância”.

 

Partilhar este artigo

Comments

  • 14 March, 2016

    Olá, Tiago. Parabéns pela matéria, ela ficou muito boa! Gostei da capa de A Era da Razão! 😀

Deixar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *